Internacional

Descobertas quatro novas espécies de tubarões "andantes"

O estudo demorou 12 anos a ser concluído.

Um estudo, que demorou 12 anos a ser concluído, revelou que existem quatro espécies de tubarões que andam. Numa parceria que envolveu o Museu de História Natural da Flórida, nos Estados Unidos, o Instituto Indonésio de Ciências e a Commonwealth Scientific and Industrial Reserach Organization, concluiu-se que estes tubarões são os principais predidadores quando a maré está baixa, pois conseguem usar as barbatanas para se deslocar em águas rasas.

Os animais, que têm menos de um metro de comprimento, não ameaçam as pessoas, segundo Christine Dudgeon, investigadora da Universidade de Queensland, "mas a sua capacidade de andar e resistir a ambientes com pouco oxigénio dá-lhes uma vantagem notável sobre as presas como pequenos crustáceos e moluscos".

Estas quatro novas descobertas vêm aumentar o número de espécies de tubarões "andantes" para nove, existindo estes animais, sobretudo, nas águas costieras da Austrália e da Nova Guiné.

O estudo, publicado na revista Marina & Freshwater Research, aponta também para a possibilidade de os tubarões se terem afastado da sua população original e terem acabo por se modificar geneticamente de forma a se adaptarem aos novos ambientes.

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/K4J-IyDy_c0" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>