Politica

Pires de Lima vaiado durante congresso do CDS por criticar Francisco Rodrigues dos Santos

"Espero que não seja este o partido da intolerância que amanhã venha a liderar o partido", disse o ex-governante, depois de ouvir vários assobios.

O antigo ministro da Economia António Pires de Lima foi vaiado, este sábado, durante o congresso do CDS, depois de atacar Francisco Rodrigues dos Santos.

"Francisco Rodrigues dos Santos és um jovem com potencial, mas em democracia, se queres dar-te ao respeito, começa tu por mostrar respeito pelos teus adversários", afirmou Pires de Lima.

“Não quero ver o CDS voltar aos comportamentos tribais que o diminuíram em 1996, 97 e 98”,disse. “Demos tempo ao Francisco para apurar a sua cultura democrática, cultura de respeito pelos outros e por quem pensa diferente”, acrescentou Pires Lima, acabando depois por ouvir vários assobios.

“O CDS não é uma tribo. Espero que não seja este o partido da intolerância que amanhã venha a liderar o partido, porque o CDS não é uma tribo”, disse o antigo ministro já depois de pedidos de silêncio por parte do presidente do Congresso.

António Pires de Lima manifestou no final o seu apoio a João Almeida e deixou uma advertência: "Não aceites liderar o partido se a tua estratégia não for a mais votada".