Economia

Apenas 14,5% das empresas portuguesas cumprem com fornecedores

Em 2019, as empresas atrasaram-se, em média, 26 dias para cumprir compromissos com os fornecedores. Portugal está cada vez mais longe da média europeia, situada nos 42,8%. 

Em 2019, apenas 14,5% das empresas portuguesas cumpriram o pagamento aos seus fornecedores dentro dos prazos acordados. Segundo o barómetro de pagamentos da Informa D&B, este indicador foi transversal a todas as regiões do país e setores de atividade. Este número coloca o país cada vez mais longe da media europeia, situada nos 42,8%.

Numa análise mensal ao ano de 2019, a percentagem de empresas que cumpre os prazos de pagamento oscilou entre os 13,9%, registados em fevereiro e março, e os 16,4% de dezembro, resultando numa média anual de apenas 14,5% de empresas cumpridoras.

Ainda assim, o estudo confirma que cerca de dois terços das empresas pagam com um atraso até 30 dias, enquanto 7,2% paga com atrasos superiores a 90 dias. A média de atrasos foi de 26 dias durante o ano passado.

Nos principais mercados, verifica-se que este indicador se situa em terreno mais positivo, como são os casos de Alemanha (61,7%), Estados Unidos (57,1%), Espanha (47,5%), França (43,3%) e Reino Unido (34,7%).