Internacional

Vídeo mostra desespero das famílias dos médicos e enfermeiros enviados para Wuhan

Os profissionais de saúde estão a ser enviados para tratar os pacientes da cidade, que é o epicentro do novo coronavírus.

Médicos e enfermeiros chineses estão a ser enviados para Wuhan, na província de Hubei, para tratar dos pacientes que se encontram no epicentro do novo coronavírus.

Segundo dados oficiais, o 2019-nCoV já causou a morte de 132 pessoas e deixou, pelo menos, 6147 pessoas infetadas. A maior parte das mortes (125) ocorreu nesta província, onde também se registaram 3554 da totalidade dos pacientes infetados. Profissionais de saúde estão a ser enviados para a capital da província e o desespero das famílias tem sido registado, como mostra o vídeo abaixo.

Recorde-se que as vacinas para o coronavírus estão ainda a ser desenvolvidas. Apesar de os investigadores chineses, em conjunto com a Austrália, garantirem que, em menos de 40 dias, uma vacina estará pronta a ser enviada para teste diretamente até aos centros médicos, investigadores norte-americanos afirmam que será preciso cerca de um ano para as vacinas chegarem ao mercado.