Cultura

Filipe Sambado decide cancelar concerto no Hard Club por causa do Chega

Segundo a nota, na visão do artista e da sua equipa, o partido liderado por André Ventura é composto por “membros que manifestam uma agenda e um programa racista, xenófobo, homofóbico, transfóbico, misógino".

O cantor Filipe Sambado decidiu cancelar o seu concerto, marcado para dia 14 de fevereiro, no Hard Club, no Porto, depois de o espaço ter recebido um comício do Chega, no passado dia 24.

A produtora Maternidade afirma que o artista e a banda não se “podem mostrar coniventes com um espaço que se permite a compactuar com um encontro de ideologia de extrema-direita”, pode ler-se num comunicado partilhado nas redes sociais. 

Segundo a nota, na visão do artista e da sua equipa, o partido liderado por André Ventura é composto por “membros que manifestam uma agenda e um programa racista, xenófobo, homofóbico, transfóbico, misógino e tantos outros adjetivos depreciativos de opressão e intolerância, contra os quais nos posicionamos, expressamos e lutamos", explicam.

O concerto irá ter lugar no mesmo dia, no Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural. Os interessados podem pedir o reembolso do bilhete na bilheteira do Hard Club, acrescenta a nota.