Economia

BBC vai cortar 450 postos de trabalho da redação

Reestruturação tem como objetivo fazer o canal adaptar-se a novos públicos, com uma forte aposta no digital. Cortes no financiamento de Boris Johnson aceleraram processo.

A BBC vai cortar mais de 450 postos de trabalho da sua redação, no âmbito de um plano de “reestruturação” e "modernização". A directora de informação do canal, Fran Unsworth, anunciou que é necessário "remodelar a BBC News para a próxima década de forma a economizar somas substanciais". Unsworth afirma ainda que o canal público de notícias "pretende adaptar-se a novos públicos, com uma forte aposta no digital".

 Além de procurar antecipar-se ao desinvestimento já anunciado, através das posições assumidas pelo atual Governo.

Em 2022, o financiamento do grupo – que emprega cerca de 22 mil trabalhadores – deverá ser revisto pelo executivo de Boris Johnson, que tem vindo a defender uma redução das taxas para o audiovisual. Esta posição do Governo já levou o diretor-geral da BBC, Tony Hall, a anunciar a renúncia ao cargo, a partir do próximo verão.