Desporto

Paulo Gonçalves condecorado a título póstumo com Colar de Honra ao Mérito Desportivo

Recorde-se que o piloto português morreu no dia 12 de janeiro, aos 40 anos.

O Governo condecorou, esta quarta-feira, a título póstumo, o piloto Paulo Gonçalves, que morreu após uma queda no Rali Dakar, na Arábia Saudita, com o Colar de Honra ao Mérito Desportivo.

A condecoração, que é a mais alta distinção do Governo no campo desportivo, foi anunciada pelo ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, durante a 24.ª Gala do Desporto, da Confederação do Desporto de Portugal (CDP),  no Casino Estoril.

"O Governo decidiu atribuir, a título póstumo, a mais alta distinção desportiva nacional, o Colar de Honra ao Mérito Desportivo", declarou o governante, citado pela agência Lusa, enaltecendo ainda os "extraordinários feitos" e "a marca de água de ética e de altruísmo" do piloto.

Recorde-se que Speedy Gonçalvez, como era conhecido, morreu no passado dia 12 de janeiro, após uma queda na sétima etapa da 42.ª edição do Dakar, na Arábia Saudita.