Sociedade

China dá autorização a voo que vai repatriar portugueses que estão em Wuhan

"O voo será realizado logo que respeitados os devidos procedimentos técnicos e regulamentares", afirma o gabinete do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, através de um comunicado.


O Governo português anunciou, esta sexta-feira, já ter recebido aprovação por parte das autoridades chinesas para retirar cidadãos europeus, inclusive 17 portugueses, da cidade de Wuhan, o epicentro do novo coronavírus que já provocou a morte de mais de 200 pessoas.

“Podemos informar que esse processo [de autorização] já está concluído de modo que o voo será realizado logo que respeitados os devidos procedimentos técnicos e regulamentares", afirma o gabinete do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, através de um comunicado.

A aeronave ainda se encontra em Paris e irá partir para Hanói, no Vietname antes de seguir para Wuhan. Os portugueses que se encontram em Wuhan disseram, esta quinta-feira, terem sido informados pelas autoridades chinesas que o seu voo tinha sido adiado para sábado.