Internacional

Greta Thunberg vai ser uma marca registada

A ativista deu inícioua  este processo para que não possa haver um possível uso abusivo do seu nome e do movimento Fridays For Future.

Depois de, esta quinta-feira, Greta Thunberg, em conjunto com o movimento Fridays For Future (Sextas-Feiras para o Futuro), ter sido indicada ao Prémio Nobel da Paz deste ano, a ativista sueca decidiu blindar o seu nome e o do movimento criado por si, de forma a evitar um possível uso abusivo por parte de outras pessoas.

A ativista de 17 anos iniciou o o processo para que o seu nome fique registado como marca comercial no mercado dos países da união Europeia através da fundação Stiftelsen Greta Thunberg e Beata Ernman. O processo deu entrada no dia 23 de dezembro, perante o Instituto de Propriedade Inteletual da UE (EUIPO), sediado em Espanha, que se encarrega da proteção, desenho e modelo da marca no mercado europeu.

No pedido, é solicitada a reserva ao uso em publicidade, seguros, operações financeiras e monetárias e negócios imoboliários. Está tamb ém abrangido o setor da educação, formação, entretenimento, atividades desportivas e culturais, entre outras coisas.

O processo de oficialização da marca terá a duração de três meses, prazo em que hipotéticos afetados podem recorrer deste pedido.