Politica

Só 9% dos eleitores do PS é que são assumidamente contra as touradas

Sondagem revela que os portugueses são a favor das touradas. Aficionados consideram que é a prova de que o povo português condena ‘medidas discriminatórias’.

Um estudo de opinião feito pela Eurosondagem para a Protoiro – Federação Portuguesa de Tauromaquia aponta para que os socialistas, juntamente com os apoiantes do CDS, estejam entre os maiores defensores da continuidade das corridas de toiros. 

As touradas estão a dividir o partido com o Governo a querer aumentar o IVA para os 23%. Socialistas como Manuel Alegre ou João Soares já vieram contestar uma medida que prejudica a tauromaquia. Esta sondagem revela que mais de 25% dos socialistas gosta de touradas e mais de 90% está contra a proibição. O estudo revela ainda que 67% dos inquiridos não votaria num partido que tentasse acabar com as corridas de toiros em Portugal.  Só 14,5% dos portugueses dizem estar dispostos a votar num partido político que tomasse medidas proibitivas contra atividade cultural, como touradas ou largadas de toiros.

Outro dado favorável aos amantes da festa brava é sobre o impacto desta atividade. 56,3% dos portugueses considera que a tauromaquia contribui para a imagem do nosso país de forma positiva. 33,1% dos portugueses pensa que não tem qualquer impacto e 4,4 dos portugueses considera que as touradas prejudicam a imagem de Portugal. 

Mais de metade já foram a uma tourada ao vivo

Mais de metade dos portugueses, ou seja 50,5%, já assistiu ao vivo a uma corrida de toiros. 43,3% responderam que nunca assistiram a uma tourada. Os números crescem quando a pergunta é sobre se já assistiram a uma tourada na televisão. Neste caso, 65,4% dos inquiridos respondeu que já assistiu ou costuma assistir a touradas e 32,7% garante que nunca assistiu a uma corrida transmitiria pela televisão. 

O secretário-geral da Federação Portuguesa de Tauromaquia, Hélder Milheiro, considera que esta sondagem «é uma mensagem clara ao poder político e é também a prova de que o povo português está frontalmente contra medidas discriminatórias da arte tauromáquica em relação às outras manifestações culturais, nomeadamente no que ao aumento da taxa de IVA diz respeito».

O histórico do PS Manuel Alegre considerou que este estudo mostra que «a tauromaquia tem raízes profundas na sociedade».  

O ex-deputado do PSD, Nuno Serra, também defendeu que «os números são claros» a favor da tauromaquia. «Espero que agora se calem com a ladainha de que a maioria dos portugueses são contra a tauromaquia», afirma o ex-deputado social-democrata.

A proibição das touradas já foi discutida na Assembleia da República, mas a proposta foi chumbada. Só contou com o apoio do BE, PAN e Os Verdes.