Vida

Pugilista arrisca pena de prisão e partilha fotografia com namorada nas Maldivas

O país é considerado um dos locais mais perigosos do mundo para membros da comunidade LGBT.

A pugilista profissional inglesa April Hunter colocou uma fotografia nas suas redes sociais, enquanto estava de férias nas Maldivas, a beijar a namorada. Apesar de na região ser proibido qualquer tipo de contacto sexual entre pessoas do mesmo género, a pugilista arriscou e publico a foto. “Este é o nosso pensamento", escreveu, referindo-se às leis islâmicas.

Nas Maldivas, a homossexualidade pode levar a uma pena de prisão de até oito anos e 100 chicotadas. O país é considerado um dos locais mais perigosos do mundo para membros da comunidade LGBT.

Depois de ter recebido vários conselhos por parte dos seus familiares e amigos, que receavam que a publicação trouxesse repurcursões à desportista, esta optou por eliminar a imagem. No entanto, a atitude e o risco gerou imensa polémica entre a comunidade LGBT, que elogiou bastante a atitude da pugilista.