Vida

Depois de ter vencido Super Bowl, jogador dos Kansas City Chiefs paga adoção de 100 cães

Um porta-voz do abrigo de animais revelou que após o anúncio do atleta, já foram adotados 20 cães esta segunda-feira, o dobro do normal num dia de semana.

Depois dos Kansas City Chiefs terem vencido o Super Bowl, no passado domingo, Derrick Nnadi decidiu pagar os custos de adoção de mais de 100 cães que vivem num abrigo naquela cidade. De acordo com a BBC, cada adoção ronda os 135 euros, valor que será pago pelo jogador de futebol norte-americano.

A atitude do jogador não é uma novidade. Durante a temporada, sempre que os chiefs venciam um jogo, Nnadi pagava as despesas de um animal que estava no abrigo e com dificuldades em ser adotado.

"Hoje, 44 animais de estimação deixaram o abrigo (38 cães e 6 gatos) com novas famílias e mais 30 vão para casa amanhã! Dos 109 cães, cerca de 40 a 50 desses cães ainda estarão disponíveis depois de amanhã, o que é incrível. Obrigado Derrick Nnadi", escreveu a associação no Twitter, esta segunda-feira.

Nnadi afirma que o facto de nunca ter conseguido ter um cão em criança é o principal motivo para este querer ajudar animais sem-abrigo. "Durante a minha vida toda quis ter um cão e os meus pais nunca quiseram", revelou à BBC.

Só quando estava na faculdade é que o jogador adotou um cão, Rocky, de quem ainda nos dias de hoje é inseparável. "Quando eu  peguei nele pela primeira vez ele era muito tímido. Isso fez-me pensar em como outros animais se sentem assustados e sozinhos", desabafou.