Internacional

Como o coronavírus transformou um lugar com 11 milhões de pessoas numa cidade fantasma | VÍDEO

Desde 23 de janeiro que Wuhan está em quarentena.

As imagens aéreas, captadas por drones, mostram como Wuhan, que no mês passado era uma das metrópoles mais movimentadas da China com mais de onze milhões de habitantes, é hoje uma cidade fantasma.

Os primeiros casos do novo coronavírus foram detetados naquela cidade, continuando a ser o local com maior incidência da doença no país. Das 494 vítimas mortais do 2019-nCoV, somente 15 morreram fora da província de Hubei, a que pertence Wuhan. O número de infetados não para de aumentar e já é superior a 24500.

Recorde-se que Wuhan está já na segunda semana de quarentena, com todos os transportes suspensos. Apenas carros autorizados e táxis podem circular nas ruas, e, no geral, é para transportar doentes.