Economia

Nokia obtém lucro de 14 milhões após três anos de prejuízos

Contas da tecnológica finlandesa beneficiaram dos resultados no mercado da América do Norte. Previsões para 2020 apontam para crescimento de 9,5%.

A Nokia anunciou um lucro de 14 milhões de euros em 2019, um resultado positivo que contrasta com as perdas registadas nos três últimos anos. No ano passado, a tecnológica finlandesa registou perdas na ordem dos 554 milhões de euros.

O resultado operacional da Nokia registou 485 milhões de euros positivos no ano passado, alterando por completo o cenário da empresa, no espaço de apenas dois anos, altura em que os resultados se ficaram pelos 59 milhões de euros negativos.

Em termos de faturação, a Nokia atingiu os 23 315 milhões de euros em 2019, mais 3% face ao ano anterior. Em destaque, esteve o mercado na América do Norte – o mais importante para a marca – onde a Nokia somou 6 948 milhões de euros em vendas, o que representa um aumento de 6% face a 2018.

A Nokia Networks, o negócio de redes de telecomunicações, fechou o ano com uma facturação de 18 209 milhões de euros, mais 5% do que em 2018, embora neste segmento os resultados operacionais de 5 577 milhões de euros tenham sido 8% menores do que no ano anterior.

Para este ano, a Nokia prevê que a sua margem de lucro cresça na ordem dos 9,5% (uma estimativa mais optimista que a do exercício anterior, onde a perspetiva de crescimento se cifrava em 8,6%)