Internacional

O dia a dia de 3700 passageiros que estão sob quarentena em cruzeiro

O pânico de alguns dos passageiros tem sido partilhado na internet. "Eu continuo a ouvir uma tosse forte de um estrangeiro numa sala próxima", escreveu um passageiro no Twitter. "Eu posso ser infetado hoje ou amanhã", acrescentou.

Cerca de 3700 passageiros do cruzeiro Diamond Princess encontram-se sob quarentena, no porto de Yokohama, no Japão, desde segunda-feira, onde há, pelo menos, 20 passageiros infetados com o novo coronavírus, que já provocou a morte a mais de 500 pessoas.

Tudo começou depois de um passageiro de 80 anos que tinha desembarcado em Hong Kong ter sido diagnosticado com o novo coronavírus. Até esta quinta-feira, os profisisonais de saúde japoneses tiveram conhecimento do resultado das análises de apenas 103 dos passageiros, faltando saber o resultado de 170 casos suspeitos.

Os infetados foram levados para centros médicos da região e os restantes passageiros irão ficar sob quarentena dentro do cruzeiro, durante, pelo menos, 14 dias, o período máximo estimado de incubação do vírus. 

Um dos passageiros tem utilizado as redes sociais para partilhar o seu dia-a-dia no Diamond Princess. Em algumas das fotografias partilhas no Twitter é possível ver profissionais de saúde com fatos de proteção e máscaras. Os corredores e salas encontram-se vazios.

O pânico de alguns dos passageiros tem sido partilhado na internet. "Eu continuo a ouvir uma tosse forte de um estrangeiro numa sala próxima", escreveu um passageiro no Twitter. "Eu posso ser infetado hoje ou amanhã", acrescentou.

Por outro lado, outros partilham as partes positivas e as melhorias da tripulação em lidar com a quarentena. A chegada de bens essencias tem vindo a aumentar e existem vários filmes, jogos e passatempos disponíveis a bordo para entreter quem se encontra retido.