Internacional

Operação ordenada por Trump matou líder da al-Qaeda no Iémen

"Sob as instruções do Presidente Donald Trump, os Estados Unidos realizaram uma operação antiterrorista no Iémen e conseguiram eliminar Qassem al-Rimi”, comunicou a administração de Trump.

Os Estados Unidas anunciaram, esta quinta-feira, que "conseguiram eliminar" em janeiro o líder do grupo al-Qaeda no Iémen, Qassem al-Rimi, de acordo com um comunicado divulgado pela Casa Branca.

"Sob as instruções do Presidente Donald Trump, os Estados Unidos realizaram uma operação antiterrorista no Iémen e conseguiram eliminar Qassem al-Rimi, fundador e líder do grupo AQPA", lê-se na nota divulgada pela administração norte-americana, citada pela agência France-Presse.

Para a Casa Branca, esta morte de Qassem al-Rimi "enfraquece ainda mais o AQPA e o movimento global da al-Qaeda", estando os EUA mais próximos de "eliminar as ameaças que esses grupos representam".