Economia

Défice sobe 2,8 mil milhões em 2019

No total, Portugal exportou 59,9 mil milhões e importou 80,3 mil milhões, em 2019.

O défice da balança comercial de bens aumentou 2.842 milhões de euros em 2019, com as importações a crescerem mais do que as exportações. De acordo com os dados do INE, no conjunto do ano, as exportações aumentaram 3,6%, enquanto as importações de bens cresceram 6,6%, o que representa uma desaceleração face a 2018, quando subiram 5,1% e 8,1%. O défice comercial atingiu assim os 20.399 milhões de euros no ano passado. 

 O défice da balança comercial atingiu 1.425 milhões de euros, o que representa uma diminuição do défice, pelo segundo mês consecutivo, de 165 milhões de euros face ao mesmo mês de 2018.

Só em dezembro, as exportações aumentaram 5,4% e as importações 1,2%, em relação ao mesmo período do ano anterior. Para o desempenho das exportações contribuiu o acréscimo de 38,5% dos combustíveis e lubrificantes, e o decréscimo dos automóveis para transporte de passageiros em 26,2%. Já a diminuição das exportações de automóveis no último mês do ano passado deve-se à comparação com a «elevada exportação registada em dezembro de 2018, após o desbloqueio da saída destes bens do porto de Setúbal», já que foi o mês seguinte à greve de estivadores, explica o INE.

No total, Portugal exportou 59,9 mil milhões e importou 80,3 mil milhões, o que se traduz numa taxa de cobertura de 74,6%, ou seja, a mais baixa desde 2011 (71,9%).