Internacional

Mulher brasileira detida por fingir ter sintomas do novo coronavírus

A mulher de 39 anos queria ser atendida mais rápido e receber melhores cuidados médicos.

Uma mulher de nacionalidade brasileira foi detida em Copacabana, no Rio de Janeiro, esta sexta-feira, por ter fingido estar com sintomas do novo coronavírus para ser atendida mais rápido numa clínica e receber melhores cuidados médicos, avançou o G1.

Para tornar a sua história mais forte, a mulher de 39 anos disse ter regressado de Hong Kong, onde vários casos do surto que já fez mais de 600 vítimas mortais foram diagnosticados. 

Rapidamente, a mulher foi isolada e observada durante várias horas pela equipa médica do hospital, como indica o protocolo internacional para este tipo de situações. No entanto, os seus familiares acabaram por revelar às autoridades que esta nunca tinha saído do Brasil e nem sequer é portadora de passaporte.