Sociedade

Nove pessoas identificadas após agressões violentas junto a discoteca no Funchal

Clube Vespas divulgou comunicado a desresponsabilizar-se pela situação, que ocorreu na madrugada de domingo, na Madeira.

Nove pessoas, entre vítimas, agressores e testemunhas, foram identificadas pela PSP da Madeira na sequência de um caso de desordem e agressões no exterior de um estabelecimento de diversão noturna, o clube Vespas, no Funchal, que ocorreu na madrugada de domingo.

“Na informação recolhida e com base nas imagens do vídeo que circula pelas redes sociais, a PSP já identificou as vítimas, bem como os agressores e algumas testemunhas, podendo confirmar que se trata de cidadãos maiores de idade”, pode ler-se no comunicado divulgado, citado pela Lusa.

Dezenas de jovens envolveram-se em agressões. De acordo com a PSP, a linha de emergência foi acionada às 7h13. “Existiam muitas pessoas no centro da faixa de rodagem, impedindo a circulação automóvel”, pode ler-se no comunicado.

As autoridades contam ainda que acionaram de imediato a Equipa de Intervenção Rápida, mas que quando chegaram ao local não presenciaram qualquer desordem.

O estabelecimento noturno já divulgou um comunicado a sublinhar que não se responsabiliza pela situação. O clube Vespas “repudia as agressões perpetradas entre grupos de jovens na Avenida Sá Carneiro”.

Veja o vídeo