Internacional

Mãe "horrorizada" com carta "assustadora" que encontrou na mochila do filho de 13 anos

Em causa está uma carta escrita por um motorista de um autocarro escolar.

Dreamstime

Uma mulher denunciou, através de um canal de televisão, uma carta que encontrou na mochila do filho, de 13 anos, escrita alegadamente por um motorista de um autocarro escolar, em Oklahoma, nos Estados Unidos.

Em declarações ao Oklahoma News 4, a mãe, que quis manter o anonimato, disse que ficou “horrorizada” com a carta, que adjetivou como "assustadora", e que contactou imediatamente a escola que o filho frequenta. A mulher decidiu partilhar a história para que o mesmo não aconteça a outra criança.

Na carta, o motorista perguntava à criança se podiam brincar e “abraçar-se”.

"Escrevo esta carta porque no fim das aulas não há tempo para falar, dá apenas para um rápido abraço. Quero falar contigo sobre a possibilidade de passarmos algum tempo juntos. Talvez com mais alguns amigos teus. O que é que achas?", lê-se na carta."Sim, sou um adulto mas gosto de ter amigos como tu", escreveu ainda.

"Ele quer ser amigo do meu filho, quer fazer coisas que são impensáveis. Não quero que isto aconteça a outra criança. Nada acontece até acontecer algo que não é reversível. Estou muito preocupada", disse a mãe.

A escola confirmou que o motorista em questão já não se encontra a trabalhar.

A carta foi também divulgada nas redes sociais. Outros pais mostraram-se agradecidos com a denúncia da mulher e não deixaram de expressar a sua “perturbação” perante o sucedido.