Desporto

Luís Filipe Vieira reage: “Parece que vou ter de começar a levar polícia de choque comigo quando vou ao Dragão jogar”

Presidente do Benfica reage ao jogo do passado sábado frente ao FC Porto.

O presidente do Benfica Luís Filipe Vieira reagiu aos incidentes do jogo de sábado entre Benfica e FC Porto, onde mostrou o seu desagrado e atribuiu responsabilidades à Liga e à Federação Portuguesa de Futebol.

"O próprio governo não se pode demitir do que se passa no futebol. É tudo muito bonito, mas está-se a demitir de tudo daquilo que deve fazer, principalmente na segurança. Ou pensa que sou eu vou resolver o problema de segurança do Estádio da Luz ou de outro qualquer?", disse Vieira.

O presidente do Benfica referiu também aos vários episódios que tentaram condicionar a equipa do Benfica na deslocação ao Estádio do Dragão. "Parece que vou ter de começar a levar polícia de choque comigo quando vou ao Dragão jogar. É impensável para mim que as estradas no Porto sejam obstruídas para deixar o autocarro do Benfica passar. Há qualquer coisa que está mal nisto. É um espetáculo, uma indústria e acho que de uma vez por todas temos de pôr a mão na consciência e perceber o que queremos disto", disse.

Vieira comentou ainda a possibilidade de árbitros estrangeiros começarem a apitar jogos que envolvam as duas equipas. “Quando se chega a uma situação em que há uma desconfiança e em que se penduram árbitros e jogadores numa forca, por que não haver árbitros estrangeiros? Não é por não acreditar em A, B ou C, mas tem de se acabar esta suspeição. Assim chamamos árbitros estrangeiros, que podem errar, mas não estão ligados a nenhuma equipa”.