Internacional

Violou amiga de quem o filho gostava durante acampamento em família

Adolescente de 15 anos tinha sido convidada para acampar com a família.

Um homem, de 35 anos, é acusado de violar uma adolescente, de 15 anos, durante um acampamento, em Idaho, nos Estados Unidos.

O caso aconteceu em agosto do ano passado. De acordo com o East Idaho News, a vítima disse às autoridades que tudo aconteceu quando foi andar de mota de quatro rodas com o homem, Juan Salazar, num acampamento onde estava com o agressor e família deste, de quem era amiga.

O homem terá parado a mota e dito à adolescente que o seu filho tinha sentimentos por ela. Posteriormente, Juan Salazar disse à vítima para não magoar o seu filho porque quando o jovem se chateava era “o diabo”, tal como o pai que era “o verdadeiro diabo”. Depois beijou a menor. A vitima terá empurrado o homem e pedido que a levasse de volta para o acampamento. No entanto, o agressor pediu à menor para cooperar e terá acabado por violá-la, enquanto uma das mãos estava numa arma que tinha na cintura.

Depois da agressão sexual, a vítima contou aos filhos do homem que o pai a tinha beijado. Os jovens pediram que esta contasse tudo à mãe. A adolescente acabou por revelar à esposa de Juan Salazar que ele a tinha violado e a mulher questionou se esta ia contar a alguém e se queria dinheiro.

A acusação refere que a esposa do agressor ameaçou a vítima para que esta não contasse nada e que entrou várias vezes em contacto com a menor alegando que esta estava a arruinar as suas vidas e para se certificar que não tinha dito nada.

O homem acabou por ser detido em dezembro de 2019.