Politica

Parlamento vai discutir castração química para pedófilos no dia 28

Os restantes partidos já se mostraram contra proposta do Chega.

A proposta do Chega que propõe a castração química para condenados por abuso sexual de menores vai ser discutida no dia 28 de fevereiro.

Os restantes partidos já se mostraram contra e consideram que a proposta viola a Constituição da República. O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, já tinha alertado para “eventuais problemas” constitucionais. 

No mesmo dia a Assembleia da República vai discutir um projecto de lei do PS sobre o reforço das sanções aplicadas a crimes contra a liberdade e autodeterminação sexual de menores. 

Os agendamentos foram fixados quarta-feira em conferência de líderes.