Vida

"Quem é o cirurgião dela? Devia processá-lo". Ashley Judd responde à letra após ser criticada

Face às inúmeras criticas, atriz decidiu emitir um comunicado.


Recentemente, Ashley Judd surgiu num vídeo de apoio a Elizabeth Warren, candidata à presidência dos Estados Unidos. No entanto, a aparência da atriz acabou por gerar polémica, depois de ver inúmeros comentários a criticar o facto de surgir irreconhecível.

"O que aconteceu com o rosto de Ashley Judd?", lê-se num comentário. "Quem é o cirurgião dela? Devia processá-lo", escreveu outro utilizador.

Face às inúmeras criticas, a atriz, de 51 anos, decidiu emitir um comunicado.

"Autoestima saudável, bons limites e conhecimento inabalável sobre mim mesma. Essas coisas são essenciais desde a hora em que acordo”, começou por dizer.

“Considero isto uma forma sexista de causar distração para o meu discurso político: o ódio vem em resposta a um vídeo em que eu apoio uma candidata à presidência”, considerou.

Ashley Judd explica ainda que sofre de enxaquecas e que para atenuar esse problema recorre ao uso de botox.  "Tudo o que eu sei é que luto contra enxaquecas há mais de um ano (...) É a terceira doença mais comum no mundo. Todos nós temos ou conhecemos alguém que tem", justificou. "Um dos tratamentos padrão para enxaquecas é o botox e o meu seguro paga 31 injeções a cada 12 semanas (Os meus amigos aconselharam-me a não falar sobre os factos médicos, pois poderiam ser usados contra mim, mas penso que é honesto e uma mensagem de saúde pública. Tenha vergonha, se distorcer as minhas palavras)", explicou.

A atriz remata a nota dizendo que irá continuar a "manter a paz interior, apesar do patriarcado e de todos os que dele participam, sejam eles homens e mulheres".