Desporto

Rúben Amorim defende Marega: "Está na hora de passar-se à ação e castigar"

O técnico do Sporting de Braga acusa o Governo de ser “o principal responsável” 

Rúben Amorim defendeu Marega e disse que “está na hora de passar-se à ação e castigar” os adeptos que têm atitudes racistas durante jogos de futebol.

"É algo que acontece em qualquer estádio e, portanto, acho que está na altura de passarmos à ação, em vez de estarmos sempre a falar do mesmo assunto. Quem tem esse dever tem que atuar e castigar quem deve ser castigado. Já toda a gente falou neste caso, para a semana já toda a gente se esqueceu e nada se faz, é o momento certo, foi um caso bastante mediático em Portugal e lá fora e está na altura de agir", referiu o técnico do Sporting de Braga.

Rúben Amorim acusa o Governo de ser “o principal responsável” e diz que a Liga de Cubes e a Federação Portuguesa de Futebol deveriam intervir na situação. "É um problema da sociedade, há em todas as áreas da nossa sociedade e toda a gente o sabe, pelo que devem ser tomadas as ações que forem possíveis", disse.

Recorde-se que este domingo o jogador maliano abandonou o relvado, depois de ter marcado o 2-1 pelo FC Porto, ao ser alvo de comentários racistas por parte dos adeptos do Vitória de Guimarães. Apesar dos colegas tentarem demovê-lo, Marega abandonou mesmo o relvado.