Internacional

Mãe vestia filha de 9 anos de coelha da playboy para vários homens a violaram

Um dia acordou despida na cama com um desconhecido em cima dela e com a mãe a segurar-lhe as mãos.

Uma mãe na Austrália está a ser acusada de permitir que vários amigos homens violassem a sua filha de nove anos. Mas o caso que está ser julgado no Tribunal Distrital de Stockport, e que está a chocar o país, tem pormenores ainda mais bizarros.

De acordo com a acusação, a mulher chegou a vestir a criança de coelhinha da playboy, dando-lhe bebidas alcoólicas para que ficasse sonolenta e não resistisse aos abusos, segundo o Daily Mail que cita uma notícia do jornal australiano The Courier Mail.

A menina foi violada pelos amigos da mãe durante um ano, entre maio de 2014 e maio de 2015, segundo os depoimentos da sessão desta segunda-feira no tribunal.

O caso só foi descoberto depois de a criança ter admitido num bilhete escrito para o seu psicólogo que a mãe costumava "estar com os amigos que a tocavam de forma inadequada", segundo a imprensa australiana. O psicólogo denunciou o caso às autoridades.

Só mais tarde é que a criança revelou o pormenor do disfarce de coelhinha da playboy. Em tribunal, a criança, hoje adolescente, contou ainda que uma vez acordou, na sua cama, sem roupa, e com um desconhecido em cima dela, enquanto a mãe lhe segurava as mãos.

A rapariga julga que a mãe permitiria e ajudava nos abusos sexuais em troca de dinheiro. A mulher, que está ser acusada de três crimes de violação, maus-tratos e privação da liberdade, negou tudo.