Sociedade

Mulheres só representam 14% das notícias dos jornais desportivos em Portugal

Estudo que excluiu o futebol foi desenvolvido pela Universidade de Coimbra. Análise foi feita durante 20 anos.

Um estudo desenvolvido e divulgado pela Universidade de Coimbra indicou que o desporto feminino só representa 14% das notícias dos jornais desportivos em Portugal.

Segundo avança a Lusa, o estudo debruçou-se exclusivamente sobre o setor feminino nos jornais A Bola, O Jogo e Record, contou Pedro Saraiva, principal autor do artigo, sublinhando que a cobertura sobre futebol foi excluída com o objetivo de não alterar os resultados.

"Quando temos em consideração que a percentagem de mulheres a participar nos dez desportos incluídos para a análise era de cerca de 40% em 2016, conseguimos perceber como todos os jornais têm um défice de cobertura de desportos femininos", concluiu Pedro Saraiva.

Este estudo foi feito durante 20 anos e analisado sempre nos mesmos jornais desportivos.

Apesar destas estatísticas anteriormente mencionadas, houve um aumento exponencial da participação de mulheres em modalidades federadas. No entanto, não se fez sentir nos jornais publicados diariamente, diz o estudo.