Sociedade

APAV ajudou mais de mil crianças vítimas de abusos sexuais em quatro anos

Entre 2016 e 2019, 1167 crianças e jovens foram acompanhados, num projeto que englobou 180 concelhos do país.

Em quatro anos, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) acompanhou os casos de mais de mil crianças e jovens que sofreram abusos de violência sexual em quatro anos, entre 2016 e 2019, num total de 180 concelhos do país.

Segundo avança a Lusa, o projeto teve início em 2016 com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e tem como objetivo identificar as necessidades das vítimas e ajudá-las a lidar com situações mais complicadas.

Entre 2016 e 2019, 1167 crianças e jovens foram apoiados, assim como os respetivos 154 familiares e amigos. A rede Care, de apoio especializado a crianças e jovens vítimas destes abusos, já realizou mais de 15 mil atendimentos.

Desde o início do projeto que os casos divulgados têm vindo a aumentar. Em 2019, registaram-se mais 417 novos casos do que no ano anterior.

De acordo com dados da APAV, as raparigas com idades compreendidas entre os 14 e os 17 anos de idade são quem mais sofre este tipo de abusos.