Sociedade

Maria Leal ilibada de roubo de um milhão de euros a ex-marido

Ministério Público concluiu que cantora gastou o dinheiro de Francisco d’Eça Leal com o consentimento deste.

O Ministério Público de Lisboa arquivou o processo contra cantora Maria Leal, no qual era acusada do roubo de um milhão de euros que pertencia ao ex-marido.

No despacho de arquivamento, a que o Correio da Manhã teve acesso, pode ler-se que não foi possível fazer prova de que a cantora tenha enganado o ex-marido, Francisco d’Eça Leal, diagnosticado com esquizofrenia, para conseguir apoderar-se de bens no valor de um milhão de euros, fruto da fortuna que herdou do pai, um artista conceituado em várias áreas, da arquitetura ao design e literatura.