Internacional

Ataques aéreos israelitas matam seis pessoas

A dupla ofensiva foi confirmada por Telavive e foi uma resposta aos mais de 20 rockets lançados pelo grupo armado Jihad Islâmica Palestiniana


Os ataques aéreos levados a cabo pelas forças israelitas no domingo em Damasco, capital da Síria, e na Faixa de Gaza,  mataram seis pessoas, avançou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, sediado no Reino Unido, esta segunda-feira.

A dupla ofensiva foi confirmada por Telavive e foi uma resposta aos mais de 20 rockets lançados pelo grupo armado Jihad Islâmica Palestiniana, em direção ao sul de Israel. "Na região Adeliyah, fora de Damasco, um complexo da Jihad Islâmica, foi atingido", lê-se no comunicado dos militares israelitas. 

Segundo o comunicado do grupo armado publicado esta segunda-feira, dois dos seus membros foram mortos no "bombardeamento sionista de Damasco". "Esta agressão cobarde em Damasco foi o reflexo do falhanço do inimigo em confrontar os nossos combatentes na Palestina ocupada", disse a Jihad Islâmica no comunicado.

Mais tarde, o Observatório Sírio confirmou as restantes quatro mortes em Damasco, de combatentes das forças pró-Bashar al-Assad, apoiadas pelo Irão. Os militares sírios, na sequência dos ataques, citados pelos meios de comunicação estatais da Síria, dizem ter intercetado a maior parte dos mísseis lançados por Israel. Na Faixa de Gaza não relatada nenhuma morte.