Sociedade

Mulher acusa PSP de agressões em festa de Carnaval e partilha vídeos do momento

Polícia remete esclarecimentos para mais tarde.

Uma cidadã brasileira, residente em Portugal, queixa-se de ter sido agredida pela PSP na madrugada de segunda-feira. Há pelo menos dois vídeos do incidente a circular nas redes sociais.

“Eu ontem fui agredida pela polícia portuguesa. Estavam agredido uma mulher, na frente de um público grande e carnavalesco. Hoje eu acordei com a dor e certeza que esse país vai ser engolido pelo fascismo. Não vai ter resistência. Vão assistir a violência de camarote, com medo. A essa menina q eu não sei quem é, as minhas desculpas. Eu não consegui. O estado é covarde. As pessoas são covardes”, escreveu na legenda do vídeo.

Uma horas depois, Tai Barroso, que estaria a defender outra pessoa que ainda não localizou, partilhou um segundo vídeo do momento e reiterou o pedido de ajuda para identificar a outra alegada vítima.

 

Confrontada com os vídeos, a PSP adiantou ao Correio da Manhã e ao Jornal de Notícias que estava a analisar a situação, remetendo esclarecimentos para mais tarde.