Sociedade

Português com coronavírus será transferido para hospital no Japão esta terça-feira

Recorde-se que no sábado, as autoridades japonesas confirmaram que o português, canalizador no navio Diamond Princess, atracado no porto de Yokohama, acusou positivo nos testes ao coronavírus Covid-19.

Emmanuelle Maranhão, mulher de Adriano Maranhão, o português infetado com o novo coronavírus, que se encontra isolado no navio Diamond Princess, no Japão, revelou, em declarações à RTP, que o marido vai ser transferido esta terça-feira para uma unidade hospitalar.

À agência Lusa, a mulher afirmou que esta segunda-feira Adriano Maranhão foi visto por um médico do barco e medicado para a febre.

Recorde-se que no sábado, as autoridades japonesas confirmaram que o português, canalizador no navio Diamond Princess, atracado no porto de Yokohama, acusou positivo nos testes ao coronavírus Covid-19, avançou fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Esta segunda-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros tinha dito que o Governo continuava a insistir com as autoridades japonesas para que o português fosse transferido para um hospital.

“O nosso concidadão continua no navio em quarentena e ainda não foi transferido para um hospital de referência. Continuamos a insistir com as autoridades japoneses para que o seja. Esperamos que venha a ser nas próximas horas ou dias", disse o governante em declarações à agência Lusa, acrescentando que os contactos estão a ser feitos através da embaixada portuguesa no Japão com o ministro do Negócios Estrangeiros japonês e através de diligências em Lisboa com a embaixada do Japão.

"Continuamos a usar os meios diplomáticos ao nosso dispor para conseguir o mais depressa possível este objetivo, que o nosso concidadão seja transferido para um hospital de referência para que o seu estado de saúde seja mais bem acompanhado", realçou Augusto Santos Silva.