Vida

Joaquin Phoenix vai produzir filme sobre os sentimentos dos porcos

O cineasta Kossakovsky diz que sempre quis fazer um filme sobre porcos e confessa ter-se apaixonado por um leitão em pequeno.

Joaquin Phoenix, o ator que interpretou Joker e ganhou o prémio de melhor ator na gala dos Óscares deste ano, é o mais recente produtor executivo de um filme sobre a sensibilidade e as emoções dos porcos. O filme Gunta, realizado pelo russo Victor Kossakovsky, acompanha o dia-a-dia de um porco, de duas vacas e de uma galinha e estreou-se este domingo

Kossakovsky diz que sempre quis fazer um filme sobre porcos e confessa ter-se 'apaixonado' por um leitão, em pequeno, enquanto esteve numa pequena vila, na Rússia. "Ele tornou-se o meu amigo mais próximo e foi morto na época do Natal".

Depois do discurso de Joaquin Phoenix nos Óscares, onde o ator falou sobre o fim da violência animal e apelou à preservação dos recursos naturais, várias pessoas entraram em contacto com o cineasta. "Ele está a dizer o que tu dizes todos os dias. Tens de lhe mostrar o filme", contou Kossakovsky ao IndieWire.

O co-produtor Joslyn Barnes mostrou o filme a Phoenix que não hesitou em entrar no projeto. "A reação dele foi incrível", disse Kossakovsky. "Ele é poderoso. Ele é lindo. Espero que, agora com a ajuda dele, o filme seja finalmente divulgado e que as pessoas o vejam". 

Para Phoenix, “Gunta é uma perspectiva fascinante sobre a auto consciência dentro de espécies animais, normalmente ocultas da nossa visão”.

O filme inclui “demonstrações de orgulho, consideração, diversão e felicidade em jovens porcos” assim como “o pânico, desespero e derrota total face a truques cruéis. São confirmações do modo similar como todas as espécies reagem e lidam com eventos das nossas respectivas vidas", afirmou o ator, em declarações à Screen Daily.