Vida

Canadá irá deixar de prestar segurança a Harry e Meghan

O facto de a segurança dos duques de Sussex ser paga pelo país vai contra a ideia defendida pelo casal de querer tornar-se financeiramente independente, segundo os cidadãos canadianos. 

Uma porta-voz do Governo do Canadá anunciou, esta quinta-feira, que o país irá deixar de se responsabilizar pela segurança de Harry e Meghan, a partir do dia 31 de março, dia em que estes vão deixar oficialmente de ter deveres da família real britânica.

Mary-Liz Power afirmou que "a assistência cessará nas próximas semanas, de acordo com a mudança de estatuto" de Harry e Megan. Até à data, a segurança dos duques de Sussex tem sido assegurada pela Polícia Real do Canada devido a um pedido da Polícia Metropolitana do Reino Unido, visto o neto de Isabel II e Meghan Markle serem  considerados "pessoas protegidas internacionalmente".

Os cidadãos do Canadá têm-se mostrado indignados com o facto de a segurança dos duques de Sussex ser paga pelo país, o que vai contra a ideia defendida pelo casal de querer tornar-se financeiramente independente.

Harry e Meghan estão a viver numa mansão em Vancouver mas pretendem manter uma casa em Inglaterra e dividir o seu tempo entre os dois países.