Internacional

Passou 13 horas num restaurante de luxo e engendrou plano para sair sem pagar conta de mais de 600 euros

No tempo que passou no restaurante, homem pediu "tudo de bom e do melhor", ofereceu bebidas a outras pessoas no estabelecimento, e ainda contratou acompanhantes de luxo.

Um homem, de 26 anos, passou 13 horas num restaurante de luxo, em Santos, no litoral de São Paulo, no Brasil, e tentou sair sem pagar uma conta de 3 mil reais, mais de 600 euros.

Em declarações ao site G1, a proprietária do restaurante contou que o homem entrou no restaurante, alegando que era jogador de futebol noutro país, e começou a pedir “tudo do bom e do melhor”.

"Ele pediu bebidas importadas, tudo do bom e do melhor”, disse a dona, Milena Bento, acrescentando que o homem ofereceu ainda bebidas a outras pessoas no restaurante e falou com um trabalhador do estabelecimento para contratar três acompanhantes.

Depois de várias horas a consumir, o homem chamou a polícia alegando que a carteira dele tinha desaparecido dentro do restaurante.

“Ele chamou os policiais, causou uma confusão e tentou se colocar como vítima por saber que não tinha como pagar", disse a proprietária.

O homem acabou por ir à esquadra da polícia, juntamente com outro homem e com as três acompanhantes, que se queixavam que este não tinha dinheiro para lhes pagar. No entanto, acabou por não ficar detido e aplicou o mesmo golpe noutros estabelecimentos. Além disso, a proprietária alega que teve um prejuízo de 3 mil reais, que o suspeito nunca pagou.

Até ao momento, foram apresentadas quatro queixas contra o mesmo homem. O site brasileiro diz ter entrado em contacto com as várias esquadras onde foram apresentadas as queixas, mas ninguém soube dar informações sobre as investigações.