Sociedade

Polémica com João Moura chega ao Parlamento

PAN quer proibir corrida de cães e já apresentou uma proposta. Garante que os treinos são violentos e os animais abandonados.

A polémica com o cavaleiro tauromáquico João Moura já chegou ao Parlamento. O_PAN apresentou esta semana um projeto de lei  para proibir corridas de galgos em Portugal.

A proposta prevê uma  pena de prisão até dois anos ou pena de multa para quem organizar, divulgar ou vender bilhetes para este tipo de atividade.

A proposta do PAN argumenta que «a tendência mundial é para se ir proibindo este tipo de atividades» e que  Portugal «não deve ficar alheio, especialmente porque esta nem sequer é uma atividade que se diga fortemente implementada em Portugal nem tão pouco que seja uma atividade tradicional».

O projeto de lei garante ainda que o abandono destes animais é «uma prática comum» e os treinos são violentos. «Apesar do reconhecimento deste novo estatuto para os animais em geral, e da proteção penal para os cães em particular, tem-se verificado que continuam a aparecer ou a persistir atividades, como a corrida de galgos, as quais perpetuam a exploração dos animais, sujeitam-nos a treinos particularmente difíceis, bem como ao abandono e a condições de vida indignas», afirma.

 

‘Os políticos não podem fechar os olhos’

A deputada do PAN Inês Sousa Real defende que casos como o do cavaleiro tauromáquico João Moura só vêm «reforçar a necessidade» de mudar a lei e proibir esta atividade. «O que é do conhecimento público é que João Moura utiliza aquele tipo de animais – galgos – para efeitos de corrida», disse a deputada do PAN, em declarações ao diário i, alertando que «o poder político não pode continuar a fechar os olhos ao sofrimento de que, de norte a sul, muitos dos animais continuam a ser vítimas».

Foi também lançada uma petição, promovida pela SOS Animal, que pretende proibir as corridas de cães em Portugal e já conta com quase 15 mil assinaturas.

A iniciativa foi lançada no passado mês de outubro e ganhou força depois dos 18 galgos de João Moura terem sido encontrados com sinais de subnutrição.