Politica

Marcelo diz que por ele já estava junto dos doentes infetados com coronavírus

Presidente questionado sobre visita de Costa a português com coronavírus.

O Presidente da República defendeu, esta terça-feira, que é ao Governo que cabe "primazia" na gestão da epidemia Covid-19.

Por outro lado, afirmou que por sua vontade "já lá estava", próximo dos portugueses infetados pelo novo coronavirús.

Marcelo Rebelo de Sousa falava à margem da iniciativa "Artistas em Belém", tendo sido questionado sobre a visita que o primeiro-ministro, António Costa, irá fazer, ainda hoje, ao Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ), no Porto, onde está internado um dos dois infetados confirmados em Portugal.

"Eu cheguei a pensar nessa deslocação, mas deve ser dada primazia ao Governo para que se não diga que o Presidente da República está a ter protagonismo excessivo numa questão que o primeiro-ministro chamou a ele mesmo a nível da coordenação, ao mais alto nível", afirmou aos jornalistas.

No entanto, o Presidente deixou a promessa de que irá falar sobre essa matéria com António Costa e “quando o Governo entender que é adequado o Presidente ir, o Presidente irá”.