Sociedade

Tribunal de Aveiro condena homem que partilhou fotos de cariz sexual de menores a pena suspensa

 O indivíduo confessou todos os crimes de que era acusado em tribunal. 

Um homem acusado de ter em sua posse ficheiros de cariz sexual de menores foi condenado, esta quarta-feira, a três anos e dez meses de pena suspensa pelo Tribunal de Aveiro.

Os factos ocorreram durante o ano de 2015 e 2016. O arguido foi ainda acusado de ter partilhado as imagens com uma menor de 15 anos. O indivíduo confessou todos os crimes de que era acusado em tribunal. 

O arguido foi condenado por sete crimes de pornografia de menores, seis dos quais agravados, nas penas parcelares de um ano e nove meses de prisão, cada um. Em cúmulo jurídico, foi-lhe aplicada uma pena única de três anos e dez meses de prisão, suspensa na sua execução por igual período.

O indivíduo terá de frequentar um programa de reabilitação para este tipo de problema e está proibido de exercer uma profissão que envolva contacto com menores durante oito anos.