Internacional

Maduro apela a mulheres venezuelas para terem mais de seis filhos para o país crescer

A Venezuela enfrenta uma crise económica grave.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu às cidadãs venezuelas que tenham, pelo menos, seis filhos, durante um encontro com membros do Plano Nacional de Parto Humanizado e Lactância Materna, para "o bem do país", numa altura em que o país enfrenta uma grave crise económica. 

“Dar à luz, dar à luz! Todas as mulheres, a ter seis filhos, todas! Que cresça o país!", gritou Maduro.  O presidente felicitou ainda uma grávida que estava precisamente à espera do seu sexto filho. 

Durante a conferência, Maduro sublinhou que o trabalho e o esforço das mulheres que "trazem crianças ao mundo" é uma das coisas mais importantes do país. 

Manuela Bolivar, membro da Assembleia Nacional controlada pela oposição, foi uma das pessoas que utilizou as redes sociais para criticar a atitude de Maduro: "Os hospitais não estão a funcionar bem, as vacinas são escassas, as mulheres não podem amamentar porque estão desnutridas ou compram fórmulas para bebês porque são inacessíveis", escreveu.