Sociedade

Pela primeira vez, Papa Francisco celebra missa por vídeo

O pontífice sublinha que tal não o separa dos fiéis: "estou perto de vós", disse. 


Pela primeira vez, o Papa Francisco rezou a oração dominical através de​​​​​​​ vídeo conferência, "para evitar o risco de disseminação" do Covid-19, numa altura em que 16 provincías em Itália foram encerradas e mais de 200 pessoas morreram no país.

O pontífice reconheceu ser "um pouco estranha" a oração ser feita de "uma gaiola da sua biblioteca" privada, em vez da tradicional missa celebrada da varanda do Palácio Apostólico mas sublinha que tal não o separa dos fiéis: "estou perto de vós", disse.

O Papa Francisco deixou ainda uma mensgem às pessoas infetadas pelo novo coronavírus e para os seus ente queridos. "Estou perto da oração para com as pessoas que sofrem da atual epidemia de coronavírus e para com todos aqueles que cuidam deles", disse.  Que este tempo de Quaresma nos ajude a dar um significado evangélico também a este momento de julgamento", defendeu.

No final, o Papa foi à janela do palácio para cumprimentar quem se encontrava na Praça de São Pedro para o ver e ouvir.