Sociedade

Detidos motards que cercaram PSP durante funeral de vítima de acidente na Segunda Circular

O vídeo partilhado nas redes sociais mostra o agente da autoridade a ser cercado por dezenas de motards e a ser encostado contra o carro patrulha. 

Três homens, suspeitos de terem cercado um agente da PSP, durante o funeral de uma das vítimas da 2ª Circular, no passado dia 25 de fevereiro, foram detidos, esta segunda-feira, pela mesma força de segurança, segundo um comunicado enviado às redações.

Os indivíduos têm entre os 30 e os 40 anos e estão indiciados pelos crimes de resistência e coação sobre funcionário, ameaça agravada, injúria agravada, detenção de arma proibida e condução perigosa.

No âmbito do processo crime entretanto instaurado, foram ainda executados quatro mandados de busca em residência,  nos concelhos de Lisboa, Amadora, Loures e Sintra.

No mesmo comunicado, a PSP "salienta a coragem e o sangue frio do polícia que permaneceu no exterior do carro patrulha", apesar de estar a ser intimidado por um "conjunto de motociclistas que rapidamente os cercaram de forma hostil e não acataram as ordens legais e legítimas que lhes foram dadas, impossibilitando que os infratores fossem identificados e fiscalizados".

O vídeo partilhado nas redes sociais mostra o agente da autoridade a ser cercado por dezenas de motards e a ser encostado contra o carro patrulha. Até ao momento, apenas três foram identificados e detidos.