Internacional

Exército de Israel mata adolescente palestiniano


Um adolescente palestiniano foi morto esta quarta-feira depois de ter levado um tiro de bala real no rosto, por parte do exército de Israel, nos territórios ocupados da Palestina, na Faixa Ocidental.

As forças de segurança israelitas lançavam gás lacrimogéneo e disparavam balas de borracha para dispersar a multidão que se juntava na vila de Beita, perto da cidade de Nablus, quando Mohammed Hamayel foi morto.

“Morreu como resultado de um tiro na cara com bala real pela ocupação [israelita]" durante os confrontos, disse o Ministério da Saúde da Palestina em comunicado nesta quarta-feira.