Internacional

Harvey Weinstein condenado a 23 anos de prisão

Catalizador do #MeToo ouviu hoje sentença histórica

O ex-produtor de Hollywood Harvey Weinstein foi condenado esta quarta-feira a 23 anos de prisão por abuso sexual e violação, numa sentença que ficará para a história.

O homem responsável pelo desencadear do movimento #MeToo foi considerado culpado nos casos da antiga assistente de produção Mimi Haleyi, atualmente com 42 anos, e da aspirante a atriz Jessica Mann, hoje com 34.

O tribunal deu como provado que Weinstein forçou Haleyi a fazer sexo oral no seu apartamento, em 2006, e violou Mann num hotel em 2013.