Politica

Passos Coelho recebe elogios

Paulo Portas, que fez uma intervenção centrada na globalização, disse que Passos é alguém “a quem o país muito deve”.

O ex-primeiro-ministro Passos Coelho esteve presente na convenção do Movimento Europa e Liberdade (MEL) e recebeu vários elogios. Paulo Portas, que fez uma intervenção centrada na globalização, disse que Passos é alguém “a quem o país muito deve”.

Miguel Morgado, ex-deputado do PSD, que participou num debate sobre “as novas alternativas” com André Ventura e João Cotrim de Figueiredo, não escondeu a sua “admiração” por Passos Coelho. Questionado sobre se o ex-primeiro-ministro poderia voltar à política para tentar unir a direita, Miguel Morgado disse apenas que Passos Coelho está “a fazer a sua vida”.

Passos Coelho evitou fazer comentários sobre um eventual regresso à política ativa. “Estou fora da vida política”, disse à saída do encontro, na Culturgest, em Lisboa. Miguel Morgado falou, na sua intervenção, da necessidade de uma “federação das direitas”. 

Passos Coelho assumiu uma posição discreta desde que deixou a liderança do PSD, há mais de dois anos, mas tem feito algumas intervenções públicas. O ex-primeiro-ministro defendeu, no início deste ano, que a direita deve estar unida. “Isso está perfeitamente ao nosso alcance e o país precisa disso, e nós precisamos disso”, afirmou.