Vida

Mulher de Sarkozy finge tossir, dá beijos e diz não ter medo do coronavírus:“Somos da geração antiga" | Vídeo

Imagens estão a gerar uma onda de indignação nas redes sociais.

Carla Bruni, mulher de Nicolas Sarkozy, está no centro da polémica, depois de começar a circular nas redes sociais um vídeo onde surge a ironizar a Covid-19.

As imagens remontam à semana da moda em Paris, e a mulher do ex-Presidente francês surge a rir e a fingir um ataque de tosse em frente aos jornalistas, já depois de ter dito que não estava minimamente assustada com o novo coronavírus.

“Somos da geração antiga. Não temos medo de nada, não somos feministas, não temos medo do Coronavírus”, disse a antiga modelo, após beijar e abraçar o amigo Sidney Toledano, presidente do grupo Louis Vuitton. “Nós demos um beijo, é a loucura", afirmou.

O vídeo está a tornar-se viral e foi inclusivamente partilhado pela deputada italiana Giorgia Meloni, gerando uma onda de revolta.

O vídeo rapidamente se tornou viral, com várias partilhas, inclusive, da deputada Italiana Giorgia Meloni que o publicou no Twitter.