Politica

Costa garante que "democracia não será suspensa"

Conselho de ministros deu parecer favorável a um decreto de Estado de Emergência pedido pelo Presidente da República. António Costa falou ao País para lembrar que, apesar da gravidade, a "democracia não será suspensa". Leia aqui o decreto na íntegra.

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou esta quarta-feira que o Governo deu parecer favorável, em conselho de ministros extraordinário, ao pedido de Estado de Emergência, do Presidente da República. 

António Costa lembrou que o decreto ainda será discutido no Parlamento para ser aprovado, ou não, (trata-se de uma deliberação) para que entre em vigor "imediamente". O primeiro-ministro admitiu ainda que a situação de exceção pode durar meses, mas que o texto presidencial não impõe o chamado recolher obrigatório.

Leia aqui o decreto na íntegra.