Economia

TAP vai voar apenas para 11 destinos internacionais e quatro nacionais

Restrições de voos em vários países-destino e queda acentuada da procura devido à pandemia do coronavírus levam companhia a reduzir operação.

A TAP vai reduzir temporariamente a sua operação, “uma decisão que é tomada após os sucessivos anúncios de restrições, como principal medida de contenção da covid-19, por parte de vários estados das geografias em que a companhia portuguesa opera”, explicou a transportadora, através de comunicado.

A empresa sublinhou ainda que a estes fatores se soma uma “acentuada queda da procura”, o que tem “gerado inúmeros e sucessivos cancelamentos de voos e suspensões de rotas, que têm vindo a ser comunicados pela TAP aos passageiros e público em geral”.

Um cenário que se agravou nas últimas 24 hora, adiantou ainda a companhia aérea, explicando assim a redução de “forma expressiva” da operação, além de ir também “parquear grande parte da sua frota de aviões”.

Por último, a TAP “assegurará os voos em todas as  rotas em que os mesmos sejam possíveis, de modo a dar resposta à missão de transportar os seus clientes para junto das suas famílias”.

Informação para Clientes

Os Clientes afetados pelos cancelamentos de voos neste período, poderão ir ao site refunds.flytap.com para obter o seu voucher no valor pago pela aquisição do bilhete, para que possam decidir tranquilamente para onde e quando querem viajar.

Este voucher permite viajar no prazo de um ano para qualquer destino operado pela TAP, reservando em www.flytap.com, sem necessidade de recorrer ao Contact Center.