Cultura

China vai reabrir os seus cinemas com um empurrão Harry Potter e os Vingadores

Enquanto grande parte do mundo governos tomam medidas para manter a população em casa, a China está a preparar-se para reabrir as suas salas de cinema

As salas de cinema chinesas, o segundo maior mercado de cinema do mundo, estão a preparar ser reabertas. 

"Os nossos cinemas estão a preparar-se para reabrir, mas ainda não fomos informados formalmente quando é que podemos, exatamente, retomar oficialmente", disse Yang Yang, programador da Cinemateca da Broadway, no centro de Pequim. 

“É improvável que uma diretiva nacional surja das agências de cinema, porque cada província e região está num estágio diferente de prevenção de epidemias, portanto os requisitos para a reabertura variam. É mais provável que os cinemas reabram lenta e progressivamente".

Enquanto no resto do mundo se tomam medidas de prevenção para não propagar o Coronavírus, na China alguns cinemas estão a experimentar reabrir e a retomar o funcionamento normal.

Na província de Xinjiang, onde não se registam casos de Coronavírus há 27 dias consecutivos, um cinema tentou reabrir as portas esta segunda feira. Desde então, até quarta feira, um total de 17 cinemas voltaram a abrir portas por toda a China.

As receitas de bilheiteira, no entanto, não foram as mais favoráveis, sendo que, entre os cinemas que reabriram, o mais bem sucedido vendeu, até quarta feira, um total de 371 bilhetes. Seis outros cinemas registaram apenas a venda de um ou dois bilhetes neste período de tempo.

"É inegável, que a importância do retorno dos cinemas depois de estarem suspensos durante semanas não é uma questão de ser lucrativo ou não, mas se conseguem gerar uma nova confiança no setor”, revelou Yang Yang.

Algumas das medidas tomadas pelos cinemas envolvem a venda de bilhetes online, os lugares ocupados tem uma distância de segurança e a venda de bilhetes com descontos, nomeadamente, permitindo que se veja mais do que um filme ou a oferta de pacotes de pipocas.

Outra das medidas tomadas é a recuperação de grandes sucessos de Hollywood para ajudar a encher os cinemas. Um dos primeiros a chegar às salas de cinema chinesas é Harry Potter e a Pedra Filosofal, 19 de março.

Outros filmes que estão em cima da mesa para regressarem ao cinema é a saga dos Vingadores da Marvel, Inception e Interstellar, ambos realizados por Christopher Nolan, e blockbusters nacionais, como Wolf Warrior 2, The Wandering Earth e Wolf Totem. Depois, numa segunda fase, que irá ter lugar em abril, chegariam títulos, aprovados para estrear antes do fecho dos cinemas, como 1917, As Aventuras do Dr. Dolittle, Le Mans '66: O Duelo e Bay Boys Para Sempre.

Os cinemas chineses estão a ser encorajados a ficar com o retorno total das receitas e a promover preços apelativos nos seus bilhetes.