Sociedade

Primeiro caso de covid-19 confirmado na PSP

Trata-se de um agente que trabalha numa esquadra da Grande Lisboa.

 

Foi confirmado, esta quinta-feira, o primeiro caso de um agente da PSP infetado com covid-19, segundo declarações uma fonte da força de segurança ao SOL, que sublinha não "haver motivo para pânico".

"Desde o início que a autoridade de saúde foi chamada e as instruções médicas serão estritamente seguidas", acrescenta. Segundo o jornal conseguiu apurar trata-se de um agente que trabalha numa esquadra da Grande Lisboa.

O SOL sabe que o agente infetado tinha estado em Madrid, de onde tinha regressado há cerca de uma semana.  O receio é agora que a esquadra possa encerrar devido ao risco de estar contaminada e uma grande parte do efetivo da mesma.

Recorde-se que esta quarta-feira o Sindicato Nacional da Polícia anunciou que recebeu várias denúncias de profissionais da PSP a relatar que estão a ser proibidos de usar máscaras de proteção, "mesmo quando estas foram compradas pelos próprios", pela cadeia de comando, o que na visão do orgão é "ilegal" e "contraproducente".

Segundo um comunicado enviado às redações, muitos agentes têm recebido ordens para apenas devem utilizar as máscaras se estiveram em contacto com alguém potencialmente infetado com o covid-19, "a fim de não causar alarme social", afirmam, acrescentando que não conseguem "entender como é que um polícia causa alarme social".