Sociedade

Homicida em fuga há cinco dias apanhado pela Judiciária com documentos falsos

Matou a vítima com uma faca e atacou uma segunda pessoa que tentou acabar com o confronto, e que ficou gravemente ferida.

O suspeito de ter matado à facada um homem no Cacém, Sintra, no último sábado, foi detido pela Polícia Judiciária, em Castelo Branco, na posse de documentos falsos, segundo um comunicado daquela autoridade.

“A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, localizou, identificou e deteve um homem, de 45 anos, fortemente indiciado pela prática de crimes de homicídio qualificado, ofensas à integridade física graves, falsificação de documentos e detenção de arma proibida”.

O crime ocorreu no passado sábado “num estabelecimento de restauração no Cacém, quando o ora detido, após uma desavença com a vítima, um homem de 39 anos, a veio a atingir com vários golpes de arma branca, provocando-lhe a morte”, revelou a PJ.

O suspeito, que estava a monte desde o crime, ainda “golpeou uma outra vítima que tentou acabar com a contenda, tendo-lhe provocado lesões físicas graves”.

O detido será presente a primeiro interrogatório judicial, no qual será submetido à aplicação das medidas de coação processual tidas por adequadas.